O que

aconteceu?
Na Escola Estadual Carlos Gomes, os estudantes lidavam com uma diretoria autoritária, reconhecida por perseguição e humilhação de estudantes, professores e funcionários nos últimos dez anos!

Desde o início das ocupações das escolas, os estudantes colocaram na pauta o afastamento da diretora, Mirian Shimizu. Por isso, mesmo após o fim da reorganização do ensino paulista, a CG resistiu e teve apoio. A comunidade colocou pressão e afastou a diretora do cargo!

Houve tentativas de desmoralização do movimento dos estudantes. Mas novamente eles deram um show de diálogo! Mesmo com a tentativa de fuga do poder público, eles mostraram como se faz um debate de alto nível nas reuniões.


E também levaram a pauta pra cidade toda ver, ocupando e parando o centro da cidade de Campinas! Mesmo desocupadas, as outras escolas apoiaram a causa e manifestação da CG.

A CG também utilizou a pressão direta como ferramenta para atingir o afastamento da diretoria autoritária. Foram 276 emails enviados por campineiros e campineiras que sabiam que autoritarismo não combina com educação!
VITÓRIA DOS ESTUDANTES!

Vitória da educação de Campinas